Gestão Estratégica de Aprendizado de Idiomas – Foreign Language Acquisition Strategic Management

Gestão estratégica em idiomas é ainda um conceito desconhecido por muitos RHs. Para começar, não tem NADA a ver com aulas. A BIRD GEI é uma empresa de consultoria e não uma escola de idiomas.

Gestão estratégica se refere ás técnicas de gestão, avaliação e ao conjunto de ferramentas respectivas concebidas para ajudar empresas na tomada de decisões que, no nosso caso, têm a ver com o T&D de idiomas. Nesse sentido, criamos o primeiro BSC-i – Balanced Scorecard para Idiomas – do Brasil, uma metodologia de medição e gestão de desempenho do aprendizado.

Um exemplo típico que utilizamos para mostrar o que NÃO é gestão estratégica e o BSC-i, é perguntar aos RHs se um progresso de 15% de um determinado aluno em um determinado período é bom ou não, e lembrem-se, medir o progresso é apenas um dos elementos da gestão estratégica. A resposta é: nem não sabemos! Que houve progresso, não há como negar. Mas isso não significa que o aluno alcançou suas metas sem saber quais eram essas metas. Se a meta era de 20%, o aluno ficou aquém. Se era de 10%, ele a superou. Isoladamente, dizer que um aluno teve progresso de X% não quer dizer absolutamente nada e isso NÃO é um BSC-i (veja o que é o BSC-i em www.bird.com.br)

Pelo contrário, o BSC-i é um projeto lógico de um sistema de gestão estratégica. Abaixo há um áudio com legendas em português que serve para ilustrar o que é gestão estratégica. A partir da idéia de mandar sua escola pelos ares (a visão de futuro), uma menina de 8 anos contata uma empresa de demolição (os consultores especialistas) para discutir e negociar o processo e os resultados esperados (a gestão estratégica). Divirta-se. É um dos “´vídeos” mais engraçados que já ouvi nos últimos tempos.

Strategic Management in languages is still an unfamiliar concept for many HRs. To begin with, it has NOTHING to do with classes. BIRD GEI is a consulting firm and not a language school.

Strategic management refers to management techniques, assessment and set of tools designed to help companies in making decisions that, in our case, are related to languages. In this sense, we created the first BSC-l – Balanced Scorecard for Languages – in Brazil, a methodology for measuring and managing learning acquisition performance.

A typical example that we use to show what is NOT strategic management and BSC-l, is to ask whether an improvement of 15% of a particular student in a given period is good or not, and remember, measuring progress is only one the elements of strategic management. The answer is: we don’t know, either! That progress has been reached, there is no denying. But that does not mean that the student has achieved his/her goals if we don’t know what those goals were in the first place. If the goal was 20%, the student fell short. If it was 10%, he overcame. Saying, by itself, that a student has had X% progress does not mean anything and this is NOT a BSC-l (see what BSC-l is at http://www.bird.com.br)

Quite the contrary, the BSC-l is a logical design of a management system. Below is an audio with subtitles in Portuguese that serves to illustrate what strategic management is. From the idea of having her school blown up (the vision of the future), an 8 year old girl calls a demolition company (the expert consultants) to discuss and negotiate the process and expected results (strategic management). Enjoy. It is one of the funniest “videos” I’ve heard in recent times.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s